Empresa americana tem sucesso em primeiros resultados e pretende produzir 1 bilhão de doses contra Covid-19

A empresa farmacêutica Pfizer, em parceria com a BioNTech, desenvolveu uma vacina experimental contra o Covid-19, que alcançou excelentes resultados em testes com humanos. O antídoto estimulou a imunidade em pacientes saudáveis.

O estudo foi realizado em 45 voluntários. Destes, 12 receberam uma dose menor, 12 tomaram a dosagem média e a mesma quantidade fizeram uso da mais alta dosagem, 10 vezes superior à mínima. Metade deles apresentaram febre e não continuaram a receber a vacina. Alguns distúrbios no sono também foram notados. Os pesquisadores consideram os sintomas baixos, pois não resultaram em hospitalizações.

A produção gerou anticorpos contra o Covid-19 e em alguns deles, já diagnosticados, neutralizaram o vírus, o que, segundo a Pfizer, pode significar que a vacina pode pará-lo. No entanto, a tese ainda não foi comprovada e a empresa vai conduzir nossos estudos para prová-la.

As próximas fases serão realizadas nos Estados Unidos e, caso os resultados sejam positivos, o laboratório tem a intenção de produzir 100 milhões de doses da vacina até o fim deste ano e mais 1,2 bilhão até dezembro de 2021.

Deixe uma resposta