Edward Mordrake e sua face demoníaca

Depois da maligna história dos quadros das crianças que choram…

arquivo do horror

Quem acompanha a série American Horror History do canal de TV a cabo FX, mais precisamente a temporada Freak Show, viu o aparecimento de um sinistro personagem intitulado Edward Mordrake, mas ao contrário do que a grande maioria acredita esse homem realmente existiu.  

Ao ver a foto acima chega-se a acreditar que se trate de uma obra do Photoshop, mas não, essa foto é verdadeira, do próprio Edward.  

Em um primeiro momento o fato pode parecer apenas um caso de Craniopagus parasiticus, uma rara deformidade xifópaga que ocorre a cada quatro ou seis nascimentos humanos em cada dez milhões. Nesse caso a cabeça de um gêmeo sem corpo desenvolvido permanece unida à cabeça de um gêmeo com corpo desenvolvido.  

Os gêmeos xifópagos são comumente conhecidos como “gêmeos siameses”.  

Mas para muitas pessoas, e para o próprio Edward, o que existia em seu crânio era muito mais que uma anomalia da medicina, era algo mais sombrio.  

Desconhece-se a data do seu nascimento, assim como a da sua morte, mas o caso ocorreu no século XIX e foi amplamente divulgado e estudado na época.  

Inglês, Edward era herdeiro de um importante título de nobreza, além de um excelente músico. Sua face principal, a “normal” era consideravelmente bela, porém o que se escondia em sua nuca era de uma bizarrice ímpar.  

Edward nasceu com uma face completa na parte posterior de seu crânio, flácida e desfigurada, que atormentava não apenas aqueles que a observavam, mas o próprio Edward, que relatava o fato dessa face murmurar coisas horríveis em seus ouvidos, todo o tempo.  

edward

A segunda face não se alimentava, mas grotescamente ria e chorava, observando enigmaticamente todos que se atreviam a olhá-la, como se pudesse ver seus mais obscuros segredos.  

Houve quem relatasse que essa face maligna mantinha constantemente um sarcástico sorriso, como se demonstrasse um ódio oculto, fazendo com que observá-la por muito tempo se tornava impossível.  

Devido à anomalia que carregava Edward vivia de forma solitária, praticamente confinado por seus familiares, que se envergonhavam de sua condição.  

Cogitou-se, por diversas vezes, a remoção cirúrgica da segunda face, mas isso não era possível. Devido à medicina da época provavelmente Edward morreria durante tal intervenção e a ideia foi abandonada.  

O que impressiona são os relatos do próprio Edward em relação à sua segunda face, que ele denominava ser “demoníaca”.  

Segundo ele, quando era abatido pela tristeza oriunda de sua condição, a face maligna sorria e até mesmo gargalhava, como se o seu sofrimento a agradasse.  

Durante a noite a situação se tornava ainda mais atormentadora, quando Edward era impedido de descansar devido aos impropérios emitidos pela face demoníaca, além de enlouquecedores lamentos, como se fossem oriundos do inferno.  

Incapaz de lidar com tamanho tormento Edward acabou por suicidar-se aos vinte e três anos de idade.  

A forma como isso se deu permanece um mistério. Alguns dizem que ele se envenenou, outros, que ele pôs fim ao seu martírio com um tiro entre os olhos, da face maligna.  

Através de uma carta, escrita antes do seu trágico final, Edward deixou bem claros os seus desejos:  

“Peço que retirem esse demônio de meu corpo antes que me eternizem em terra, pois pretendo e solicito dormir a eternidade sem os lamentos do inferno”.  

Enfim a face do mal foi extirpada de seu corpo, obra dos médicos Manvers e Treadwell, que acompanhavam o caso.  

Edward Mordake foi enterrado em uma cova comum, sem nada que fizesse menção ao seu título de nobreza (título esse que jamais reclamou): sem lápide ou escultura que o identificasse.  

O cantor Tom Waits escreveu uma música sobre o caso, intitulada Poor Edward, para sua ópera Alice Waits.   

Existem diversos casos de nascimento de gêmeos xipófagos, mas nenhum com as mesmas características do caso de Mordrake. 

  E na próxima semana…

krampus

Ao contrário do Brasil, em algumas regiões a época natalina não traz apenas alegria e presentes às crianças. Você vai conhecer a macabra lenda de Krampus.

Novidade:

Apresento a vocês a terceira chamada da nossa WebTV. O vídeo, neste caso, é focado em terror. Vamos mostrar o que é fato e o que é mito, especialmente em locais macabros da cidade de São Paulo.


 

Arquivo do Horror, toda quarta-feira, às 20h, no BDI.

@oscarmendesf / Site oficial do autor

Mande e-mail para o colunista: oscarmendes@bastidoresdainformacao.com.br