Eduardo Sasha culpa Peres por saída do Santos

Foto: Divulgação

O atacante Eduardo Sasha falou pela primeira vez, nesta terça-feira, sobre sua saída do Santos para ir para o Atlético-MG. Depois de entrar em um acordo com o Peixe na Justiça, o jogador culpou o presidente José Carlos Peres pelo litígio com o clube e agradeceu aos torcedores pelo apoio durante sua passagem pela Vila Belmiro.

– Quero esclarecer que quando tomei a posição de entrar na justiça, nada teve a ver com a instituição Santos Futebol Clube, torcida ou cidade. Pelo contrário. Fui muito bem recebido no município pelo torcedor e tenho uma ótima relação com todo mundo no dia a dia do clube. A posição que tomei foi pela falta de respeito e de postura do presidente do clube, que fez promessas e não as cumpriu – escreveu Eduardo Sasha, em seu perfil no Instagram.

O atacante havia entrado na Justiça contra o Santos alegando atraso salarial por causa da redução de 70% nos salários de abril, maio, junho e julho, durante a paralisação do futebol pela pandemia do coronavírus.

Nesta segunda-feira, porém, pouco antes de ser anunciado pelo Atlético-MG, Eduardo Sasha entrou em acordo com o Santos, que vai receber quase R$ 10 milhões do Galo pelo jogador.

– Meus advogados sempre me passaram a situação muito clara e me informaram que eu teria êxito no final de toda essa pendência jurídica. Porém, como o Santos é vítima nessa história, eu decidi abrir mão de cerca de 90% do que teria direito de receber na ação para poder deixar no clube recursos de minha venda, que espero que auxiliem a quitar pendências existentes, principalmente com meus ex-companheiros, isso porque respeito a instituição e quero sair de lá pelas portas da frente e não em litígio – explicou.

Deixe uma resposta