Dunga e o futuro da seleção

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Vi e li inúmeras críticas da mídia contra a contratação de Dunga pra ser técnico da Seleção Brasileira.

A maioria delas falava que Dunga foi um fracasso na Copa anterior.

Este pessoal que critica parece ter a mania de achar que ninguém erra e todos são perfeitos.

Isto não existe.

Todos erram em inúmeros momentos de suas vidas e o importante é aprender sempre e procurar fazer o bem feito sem medo de errar.

Erra mais quem jamais fez ou que tem medo de fazer.

Vamos aos fatos pois gosto de exemplificar sempre.

Em 1966 o Brasil foi jogar na Inglaterra e teve sua pior performance.

No time do Brasil a gente tinha Pelé, Jairzinho, Brito, Tostão, Gerson e Edu.

Todos foram chamados de ruins e que tinha sido a pior seleção que o país teve.

Em termos de resultado foi mesmo e isto não se pode negar.

Pela teoria da mídia de agora estes jogadores jamais voltaria a uma seleção.

Lembro de jornalista que chamou Gerson de covarde.

Em 1970, considerada a melhor das seleções, estes mesmos jogadores foram heróis.

E vou acrescentar o goleiro Felix que estava em triste fim de carreira e fez defesas inacreditáveis de verdade.

O “crime” a que a mídia atribui a Dunga foi não ganhar a Copa.

Uai, nesta tese, todo jornalista que fala alguma coisa equivocada nos jornais, e são muitos, e até eu já me equivoquei, deveria deixar de ser jornalista.

Por esta teoria todo jogador que perdeu a Copa não teria direto mais a jogar nela.

E nem teríamos ganho a Copa de 70 com tantos jovens que jogaram e perderam 66.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta