Dorival elogia equipe e critica o gramado do Mangueirão

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

O Santos venceu o Paysandu, na noite desta quarta-feira, no Mangueirão, em Belém, no Pará por 3×1, e avançou  para as quartas de final da Copa do Brasil. Com a vantagem de ter vencido por 2 a 0 no duelo de ida, o Peixe conseguiu suportar a pressão do Papão no início e praticamente ‘matou’ o confronto aos 26 minutos do primeiro tempo, com o gol de Bruno Henrique.

O técnico Dorival Junior elogiou a atuação de sua equipe jogando fora de casa.

“Destaco o crescimento da equipe. Principalmente porque tivemos dois jogos distintos. Lá em Santos tivemos de propor a partida. As penetrações foram poucas, mas nós conseguimos administrar a partida e fazer um resultado importante. Aqui, trabalhamos com a marcação mais adiantada deles, esperando. Tivemos tranquilidade para trabalhar a bola, conseguimos triangulações. Foi um resultado fundamental. Até nos encontrarmos, o Vanderlei foi muito feliz. O Paysandu se aproveitou da nossa ansiedade. Era uma armadilha preparada. A partir do momento que conseguimos sair para o jogo, trabalhar mais a bola, conseguimos furar a primeira linha de marcação”, destacou Dorival Júnior.

O gramado do estádio de Belém, inclusive, foi alvo de críticas do comandante santista.

“Acho que os jogadores souberam administrar as dificuldades de um gramado ruim, horrível para se jogar. Procuramos trabalhar a bola e conseguimos fazer com condições. Conseguimos penetrações para que as triangulações acontecessem pelos lados”, concluiu o treinador.

O Santos volta à campo no próximo domingo às 11h (horário de Brasília) na estreia do Brasileirão 2017 diante do Fluminense no Maracanã.

Deixe uma resposta