Quando Doria prometeu não largar a Prefeitura e não honrou a palavra

Doria, Milton Leite e Bruno Covas na cerimônia de transmissão de cargo — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

João Dória deixou a prefeitura de São Paulo no dia 06/04/2018 para ser candidato ao governo do Estado de São Paulo. Inicialmente seu plano era para ser candidato à presidência da República, tentando puxar o tapete de Geraldo Alckmin, mas não deu certo.

A gestão Dória na prefeitura em 15 meses foi péssima. Dos 80 compromissos, ele cumpriu somente 12. Foi um governo marcado por muitas polêmicas. Farinata, aumento das velocidades nas marginais, água nos moradores de ruas na época do inverno, planos de privatizações, entre outros.

Mesmo fazendo um governo ruim, Dória mostrou que não tem palavra. Sempre dizia que ficaria os quatro anos como chefe da maior cidade do país, mas não ficou nem a metade do governo. 

Entretanto, quase todo mundo sabia que ele abandonaria o governo municipal para ser candidato em 2018. Na época, só não sabíamos se ele se candidataria à presidência da República ou ao governo do Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta