Doria diz que Anvisa não pode sair de férias, mas tira 10 dias em meio à crise do coronavírus

Uma semana foi o prazo exato entre Doria dizer que a “Anvisa não pode tirar férias” e o anúncio de que tiraria dez dias de folga em meio à crise do coronavírus.

Curiosamente, Doria alegava que o recesso do órgão não poderia ocorrer durante a crise sanitário e o processo de aprovação das vacinas. Entretanto, ele tem sido o maior batalhador pelo ingresso da Coronavac – vacina chinesa produzida em parceria com o Butantan – no plano nacional.

Doria será substituído pelo vice Rodrigo Garcia e não participará das coletivas de imprensa com as novidades do combate de São Paulo ao Covid-19 neste período.

Deixe uma resposta