Dona de clínica onde ator Sérgio Hondjakoff estava internado é presa

Sérgio Hondjakoff com fã na delegacia em Pindamonhangaba — Foto: Rafaela de Paula/Arquivo Pessoal

A dona da clínica de reabilitação fechada em Pindamonhangaba (SP), onde estava internado o ator Sérgio Hondjakoff, foi presa nesta terça-feira (17) no interior paulista. Ela foi denunciada à Justiça pelo Ministério Público pelo sequestro do ator e outras 42 pessoas. Além dela, outros dois funcionários foram presos.

Danielle do Amaral Calino é a responsável pela clínica ‘Resulta’, alvo de uma ação do MP após uma série de denúncias de maus tratos e cárcere privado. Ela foi encaminhada à Penitenciária Feminina II de Tremembé (SP).

No dia 5 de agosto, a polícia cumpriu no local um mandado de busca e apreensão e encontrou Sérgio Hondjakoff, e outras 42 pessoas em situação de cárcere privado. Em um primeiro momento, o ator negou que tivesse sido resgatado, mas depois gravou um áudio e admitiu a história.

Eles estavam internados no local que se identificava como clínica de reabilitação. Apesar disso, segundo o MP, denúncias apontavam que internos eram mantidos no local contra sua vontade, além de serem isolados do contato com as famílias.

Na denúncia feita contra Daniele e outros dois funcionários foram incluídos prints de conversas de aplicativos de mensagem em que familiares cobram o contato com internos, mas sem retorno.

Segundo a Polícia, os pacientes recebiam salsicha e hambúrguer como alimentação e as famílias pagavam de R$ 800 a até R$ 1,2 mil pela internação.

Deixe uma resposta