Dois campeonatos e um só objetivo

Foto: ebc.com.br
Foto: ebc.com.br

Mais uma vez, quem pede passagem neste meio de semana são as competições eliminatórias, ou como gostam os torcedores, o “mata-mata”, pela Copa do Brasil e pela Sulamericana.

Vamos começar analisando os confrontos da Copa do Brasil, que está um pouco mais avançada em relação ao torneio sulamericano, em suas Quartas de Final. O Santos enfrenta fora de casa o Figueirense, que se encontra em situação delicada no Brasileirão e não deve levar como prioridade a Copa do Brasil. Enquanto o Peixe, sabe que tem condições de voltar à Copa Libertadores neste torneio e deve dar maior prioridade à ele, mesmo não estando tão longe do G4 do Brasileirão. O Santos, sem dúvida, é o grande favorito para o confronto. Outro jogo é entre Internacional e Palmeiras, no Beira Rio. O Verdão voltou a frequentar o G4 do Brasileirão, mas o Inter está bem próximo, apenas 3 pontos separam as duas equipes. Vale lembrar que em um embate recente, o Colorado venceu o Palmeiras pelo placar mínimo, mas claro que agora é outro jogo e de outra competição, onde não há favoritos. Posteriormente, São Paulo e Vasco duelam no Morumbi. E o que esperar deste encontro de paulistas e cariocas? O Tricolor segue oscilante, como Osório e seu “rodízio” (e também suas invenções), sem ter um time padrão. Já o time da Colina, mesmo dividindo a lanterna do Brasileiro, está há 4 jogos sem perder, sendo 3 vitórias e 1 empate. O ambiente mudou e o momento é bem favorável. Duelo que parece ser igual. Para finalizar a noite de Copa do Brasil, Fluminense e Grêmio no Maracanã. Os gaúchos se mantém há tempos na terceira posição do Brasileiro, mas também têm totais condições de brigar pelo título da Copa do Brasil. Já a situação do Fluminense é ATERRORIZANTE! Dos últimos 8 jogos, são 7 derrotas e 1 empate, apenas 3 pontos distantes do Z4.

Pelo mesmo objetivo mas por outra competição, Atlético-PR e o surpreendente Brasília se enfrentam pelas Oitavas de Final da Copa Sulamericana. o Furacão aposta suas fichas nesta competição para também voltar à Copa Libertadores, enquanto o Brasília, que não disputa nada de importante já que não conquistou a vaga para a Série D ao perder o título estadual para o Gama, tenta mostrar por que foi o campeão da primeira edição da Copa Verde, que lhe deu a oportunidade de ser o primeiro time do Distrito Federal a disputar um torneio internacional. Para fechar, Sport e Huracán jogam no Recife. O Leão da Ilha teve uma queda na tabela do Brasileiro, e se pensa em Libertadores, tem que conquistar a Sulamericana, agora com Paulo Roberto Falcão como treinador, enquanto os argentinos, ocupam apenas a 24ª posição do Campeonato Argentino, que agora conta com 30 clubes.

Dois campeonatos distintos e vários jogos na mesma noite, mas todos levam ao mesmo caminho. Todos pelo mesmo objetivo: disputar a Copa Libertadores da América! Que bons jogos nos deem o tom da emoção!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta