Dirigente do Atlético Nacional nega proposta por Borja

Foto: Divulgação

O gerente do Atlético Nacional-COL, Victor Marulanda, admite que o meia Alejandro Guerra está prestes a ser negociado.

“Estamos esperando que possa resolver até amanhã. Estamos muito contentes com ele, mas creio que de acordo com as conversas, possivelmente suceda”, disse o dirigente, à “Antena 2”.

Ele disse que não há nada formalizado pelo atacante Miguel Borja, outro que interessa ao Palmeiras, embora saiba que os jogadores têm sido procurados diretamente pelos outros clubes.

“A dinâmica é que falem primeiro com os jogadores e por último com os clubes, mas o negócio tem que ser feito pelo clube. Não há nada concreto sobre ninguém, só um documento, sem oficializar por parte nossa ainda, por Guerra”, afirmou.

“Chamam e chamam, mas não há nada oficial. Enquanto não tivermos nada oficial, não vai acontecer nada. Temos algumas situações, como de Borja, de Lobito Guerra, mas por oficializar. Há só algo por escrito, sem oficializar o clube, por Guerra. Por Borja, não há nada oficial.”

O preço inicial do atacante Borja é de 20 milhões de euros (R$ 68 milhões).