Dilma quer montar indústrias em Cuba

Raul Castro / Foto: Reprodução

Raul Castro / Foto: Reprodução

O jornalista Reinaldo Azevedo revelou em sua coluna que Dilma mandou até a Ilha de Fidel um emissário para começar um projeto de criação de indústrias de remédios que fariam ali genéricos, tudo bem estruturado com dinheiro do BNDES, administrado por laboratórios do Brasil que se dispusessem a tal projeto.

Pelo que esta coluna soube os laboratórios construídos em Cuba ficariam pertencendo a Cuba e os administradores apenas administrariam e teriam seus lucros.

Tudo isto para dar emprego aos desempregados cubanos que Fidel tem que sustentar.

Dilma declara que o Brasil não tem desemprego então pode criar empregos em Cuba com dinheiro da sociedade produtiva do Brasil e permitir que Fidel aumente sua fortuna.

É encantador comunismo capitalista de Fidel.

E tem gente que ainda gosta do comunismo.

Preferem ser explorados por um ditador sem a menor possibilidade de poderem ter prosperidade financeira.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br