Dilma não desejou sorte para a seleção

Presidente Dilma / Foto: Divulgação
Presidente Dilma / Foto: Divulgação

O ódio de Dilma contra o presidente da CBF continua tão grande que ela sequer deu um telefonema pra desejar sorte pra seleção contra a Argentina, coisa que Aécio não deixou de fazer.

Infelizmente o petismo está deixando o legado do ódio e da luta entre classes.

E pra todos que ainda apoiam Dilma eu sugiro que conversem com os cubanos lá em Cuba e vejam o tipo de vida que leva o povo dali que tanto apoia Castro e sua turma de comunistas.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta