Desenhista Humberto Ramos critica Homem-Aranha de Tom Holland

Em um painel durante a CCXP 2017 para celebrar os 55 anos do Homem-Aranha, o ilustrador mexicano Humberto Ramos falou sobre a essência do super-herói e o motivo de ele sempre estar se renovando nos quadrinhos.

O quadrinista afirma que sempre haverá diferentes versões do Homem-Aranha e mesmo que ele case, cresça e evolua, o personagem sempre terá historias como adolescente porque as pessoas se identificam, especialmente os  mais jovens, e isso não deve mudar,falou Humberto.

O desenhista também aproveitou para revelar que sua versão preferida do personagem nos cinemas é a de Andrew Garfield, criticando o Aranha de Tom Holland. Segundo ele, a iteração mais recente é “apenas um sidekick” e que isso é o inverso do que Stan Lee pretendia quando criou o herói adolescente.

Humberto Ramos desenhou diversas histórias recentes do Homem-Aranha, que são publicadas pela Marvel entre elas Big Time Rush e a fase superior