Depois de polêmica, São Paulo rescinde contrato com a namorada de Carlos Miguel Aidar

Aidar-Cinira-Foto-Ale-CabralLANCEPress_LANIMA20141217_0162_25
(Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

O São Paulo rescindiu o contrato que tinha com Cinira Maturana, namorada do presidente Carlos Miguel Aidar. Pelo acordo, ela receberia 20% de comissão sobre qualquer contrato de patrocínio que conseguisse para o clube – no período em que vigorou o contrato, não houve nenhuma remuneração para Cinira.

Ela chegou a negociar um contrato de patrocínio e fornecimento de material esportivo com a Puma, que substituiria a Penalty. O acordo com a empresa alemã chegou a ter troca de “cartas de intenções”, mas nunca um contrato com valor jurídico. O São Paulo deve mesmo fechar com a americana Under Armour.

Em rápido contato com o jornal LANCE!Net, o presidente Carlos Miguel Aidar confirmou a rescisão do vínculo. E declarou ainda que analisará com cuidado os contratos feitos na gestão anterior, de Juvenal Juvêncio.

– Essa informação procede. Estamos, sim, rescindindo o contrato com a empresa TML, em que a Cinira estava envolvida. A carta foi enviada por ela a mim nesta manhã e eu já repassei a alguns conselheiros, juntamente com o contrato. Tudo o que for benéfico ao São Paulo eu vou fazer, mesmo que isso mexa com alguém próximo a mim. Então, os contratos que foram feitos na gestão anterior e que forem prejudiciais ao clube também poderão ser alterados ou desfeitos – declarou.

 

Deixe uma resposta