De Cuca quente

Por Deyvid Xavier

Foto: bloglucianoamorim.blogspot.com

Depois de um resultado negativo diante do Bahia, em casa, o Palmeiras resolveu demitir o técnico Cuca. Na verdade, o resultado foi a gota d’água de um Palmeiras que não mostrou se time desde o começo do ano.

Colecionando eliminações e nada de conquistar algum título, Cuca veio com o status de ser o último campeão com o Palmeiras. A esperança foi trocada pela ilusão, pois o time não teve padrão tático algum e, o pior, o ambiente estava muito conturbado.

Felipe Mello, que parecia ser o problema, mostrou que não era apenas ele. Mesmo com o afastamento e, posteriormente, a volta parcial do atleta, pelo menos aos treinamentos, o time continuou sem ser um time em campo.

Não havia mais clima! Estamos em outubro e o Palmeiras ainda fala em “evolução” (onde não tem). Cuca não conseguiu fazer o time jogar e teve tempo para isto. O time não apresentava nada diferente e sofria as mesmas dificuldades. A queda era previsível, mais cedo ou mais tarde, o que não era previsível ao torcedor palmeirense é o ano perdido sem comemorar títulos. Este, sim, está de “cuca” quente!

Deixe uma resposta