Dawit Admasu, do Bahrein vence a São Silvestre 2017; queniana é campeã com folga no feminino

Foto: Djalma Vassão

Dawit Admasu, do Bahrein, e a queniana Flomena Cheyech foram os mais rápidos na São Silvestre 2017, neste domingo na capital paulista. Admasu arrancou nos últimos 5km para levar seu segundo título na prova brasileira de 15km, enquanto Flomena dominou quase todo o percurso e cruzou a linha de chegada em primeiro. Nenhum atleta do Brasil conseguiu chegar ao pódio.

Nos 5km quilômetros de prova, um choque entre dois corredores do primeiro pelotão mudou os rumos da disputa. O queniano Edwin Rotich e o brasileiro Wellington Bezerra, estavam entre os primeiro colocados quando se chocaram e caíram no chão. Apesar do susto, os dois se recuperaram e conseguiram alcançar novamente os líderes. Wellington, no entanto, não conseguiu manter o ritmo por muito tempo e ficou para trás.

O queniano Edwin aguentou o ritmo forte do Dawit Admasu até os 10km, mas também não conseguiu ir além. O atleta do Bahrein acelerou nos 5km finais de prova e conquistou o bicampeonato da São Silvestre, com o tempo de 44m17s. O etíope Belay Bezabh terminou em segundo lugar, seguido pelo queniano bicampeão da prova Edwin Rotich.

O melhor brasileiro foi Ederson Vilela, em 12º lugar.

Confira o pódio da prova masculina:

1: Dawitt Admasu (ETI) – 44m17s
2: Belay Bezabh (ETI) – 44m33s
3: Edwin Rotich (QUE) – 44m43s
4: Birhanu Balew (BAH) – 45m06s
5: Paul Kipchumba Lonyangata (QUE) – 45m28s

Queniana domina com tranquilidade e leva o título na prova feminina

Foto: Djalma Vassão

Flomena Cheyech venceu na prova feminina com larga vantagem, em 50m18s.

As segunda e terceira colocadas, Sintayehu Hailemichael e Birhane Dibaba, as duas da Etiópia, chegaram quase juntas, em 50m55s e 50m77s.

A melhor brasileira foi Joziane Cardoso, em 10º.

Confira o pódio da prova feminina da São Silvestre:

1: Flomena Cheyech (QUE) – 50min18s
2: Sintayehu Hailemichael (ETI) – 50min55s
3: Birhane Dibaba (ETI) – 50min77s
4: Wude Ayalew Yimer – 51min35s
5: Paiskalia Chepkorir – 51min55

Deixe uma resposta