Cuca relata dificuldade de acerto com Atlético-MG em função de saúde da mãe

Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Cuca foi apresentado oficialmente pelo Atlético Mineiro na tarde desta terça-feira. A coletiva foi virtual, em função da pandemia, e o treinador recebeu as boas-vindas do presidente Sérgio Coelho e de Rodrigo Caetano, diretor de futebol, no local onde acontecem as obras da Arena MRV, estádio do Galo com inauguração prevista para 2022.

O novo comandante havia acertado contrato de dois anos no fim da primeira semana do mês, mas precisou de tempo para chegar ao Galo, em função de sua mãe, dona Nilde, estar internada em tratamento contra a Covid-19. Cuca ressalta que sempre teve o desejo de voltar ao Atlético, mas destaca que a decisão não foi fácil, justamente em função do quadro de saúde da mãe.

“Não foi uma decisão fácil, por este momento de saúde da minha mãe. Então, foi uma situação muito difícil para eu poder vir. Muitas coisas passam na cabeça da gente, mas eu refleti muito com minha família, e a gente entendeu que vou estar junto com eles na fé, no espírito, dando meu máximo aqui no trabalho”

– Era uma grande vontade que eu tinha de voltar ao Atlético. Depois de sete para oito anos eu consigo voltar. Lógico que sei do tamanho da responsabilidade que tenho aqui, assim como eu sabia da outra vez, quando cheguei em 2011 e fizemos uma recuperação. O 2012 foi muito bom, e fizemos um brilhante 2013. Então, eu tenho muita confiança.

– Hoje, as condições são até melhores que eram naqueles anos. Formar um ambiente favorável é o que eu busco e, em primeiro lugar, mostrar a cada jogador pelo que ele luta, com quem ele luta por situações no time. Mostrar a eles a importância que se tem de vestir a camisa do Galo e de buscar conquistas no Atlético, e a gente tem essa ambição.

“Não sei qual competição a gente vai buscar, qual a gente vai ser campeão, mas eu sei dizer que tenho vontade de disputar todas elas com a máxima vontade possível, para poder sair campeão. A gente tem um elenco fortíssimo, e vamos procurar tirar o máximo de cada um em busca disso”.

Deixe uma resposta