Corinthians renova com o BMG, porém, banco deixa de ser patrocinador máster; entenda

Foto: Agência Corinthians

O Corinthians anunciou na tarde desta sexta-feira a renovação de contrato de patrocínio do banco BMG até o fim de 2026. O vínculo anterior tinha validade até dezembro de 2023.

A empresa, porém, deixa de ser o patrocinador máster e agora vai estampar a sua marca nos ombros do uniforme alvinegro. A parceria agora também se estende ao uniforme da equipe feminina.

Dessa forma, o Corinthians poderá negociar um novo contrato de patrocínio máster. A Neo Química, empresa farmacêutica dona dos naming rights da Arena, é uma candidata a ficar com o espaço. Desde 2020 a companhia tem um acordo alinhado com o clube.

Até então, o banco pagava R$ 12 milhões por ano ao Timão, além de 50% do lucro das operações financeiras na plataforma “Meu Corinthians BMG”. Os valor fixo do novo contrato não foi revelado.

“Nosso acordo comercial com o BMG não muda. Apenas trocamos propriedades e entendemos prazo. BMG foi muito parceiro nosso. O objetivo é gerar um mínimo de 30 milhões de reais de dinheiro novo esse ano aliviar nossa dívida. Segunda-feira (em partida contra o Bragantino) teremos uma camisa diferente”, disse o superintendente de marketing do clube, José Colagrossi.

No último balanço financeiro, divulgado em novembro do ano passado, o Timão informou ter recebido R$ 55,2 milhões em patrocínios ao time de futebol nos nove primeiros meses de 2020.

Deixe uma resposta