Corinthians fecha acordo para os naming rights de sua arena

Foto: Divulgação

O Corinthians fechou acordo para os naming rights de sua arena. Seis anos depois da inauguração do estádio em Itaquera, palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, o clube assinou na quinta-feira da semana passada contrato estimado em R$ 300 milhões pela concessão do nome da arena pelos próximos 20 anos. O valor não é confirmado pelo clube.

O nome da empresa também é mantido em segredo e será divulgado oficialmente em 1º de setembro, data em que o Corinthians completará 110 anos.

A parceria ajudará no pagamento da dívida do estádio e também no time de futebol. Ainda não está definido como a marca será utilizada totalmente no clube. O site Uol informou nesta quinta-feira que se trata da Hypera Pharma, conglomerado farmacêutico que já foi parceiro do Corinthians.

Andrés não confirma nem nega. Em 2010 e 2011, o clube estampou em sua camisa a marca Neo Química, pertencente ao grupo em questão. Nesta semana, também foi ventilado o nome da empresa Magazine Luiza, mas a empresa negou a informação.

Os naming rights da arena contam com aprovação da Odebrecht e da Caixa Econômica Federal, com quem o clube se endividou para construção da obra. O banco informa que o Fundo da Arena Corinthians deve R$ 536 milhões. O clube contesta e diz que a dívida está em torno de R$ 485 milhões. A discussão foi parar na Justiça no ano passado, mas o processo está suspenso para tentativa de negociação. Com a construtora, o Corinthians alega ter quitado boa parte do que deve. A Odebrecht fala em R$ 160 milhões.

Deixe uma resposta