Corinthians divulga balanço com superavit no primeiro semestre, mas dívida total aumenta

Foto: Divulgação

O Corinthians divulgou na quinta-feira o balanço financeiro referente ao primeiro semestre de 2020. Nesse período o clube fechou suas contas com superavit de R$ 4,395 milhões. Por outro lado, a dívida acumulada do clube aumentou para R$ 904 milhões.

Em 2019, na mesma época, o balanço apresentou R$ 94,977 milhões de prejuízo até junho e chegou a R$ 177 milhões em dezembro, valor que será corrigido para R$ 195,4 milhões a pedido do Conselho Fiscal.

O resultado no azul tem como principal fator influenciador a venda de atletas no período. Segundo o documento, entre janeiro e junho, houve uma receita de R$ 142,2 milhões em repasses de direitos federativos, que englobam também verbas advindas do mecanismo de solidariedade da Fifa. Pedrinho, Clayson, Júnior Urso e André Luís foram jogadores negociados no primeiro semestre, além de parte dos direitos de Claudinho e de Gustagol.

Embora tenha conseguido esse lucro no primeiro semestre, o clube viu sua dívida acumulada aumentar desde 31 de dezembro, quando o montante era de R$ 668,7 milhões. No dia 30 de junho esse valor subiu para R$ 904,4 milhões. Segundo o clube, essa disparada se deu por conta de aquisição de jogadores como Luan e Cantillo, além dos problemas causados pela pandemia de coronavírus.

Deixe uma resposta