Copa Do Mundo: Varela marca aos 49, e salva Portugal de derrota para os EUA

dempsey_golbarriga_eua_portugal_get
(Foto: Reuters)

Necessitando da vitória para continuar viva na competição, a seleção portuguesa partiu para cima e tomou a iniciativa no jogo. Logo aos 5 minutos, André Almeida chutou da esquerda e a bola sobrou limpa para Nani, que esperou o goleiro Howard cair para encher o pé e estufar a rede adversária. O gol acordou os Estados Unidos, que foi para cima e teve as melhores chances até os 25, 30 minutos, quando o jogo ficou equilibrado.

Bradley e Johnson eram os melhores jogadores da equipe de Jürgen Klinsmann. Os dois arriscaram várias jogadas e deram muito trabalho para o goleiro português Beto, que fez boa defesas na primeira etapa. Já no lado português, Cristiano Ronaldo e Nani eram os destaques, puxando os contra-ataques. No fim da primeira etapa, Portugal ainda quase ampliou o placar. Nani acertou a trave e no rebote Eder bateu, mas Howard conseguiu mandar para escanteio.

A segunda etapa começou em um ritmo muito acelerado. Atrás no placar, os Estados Unidos aproveitaram a mudança na lateral-esquerda, já que André Almeida saiu machucado, e forçaram o jogo em Johnson, que conseguia ótimas jogadas nas costas de Willian Carvalho. Aos 10 minutos, ele fez uma grande jogada, tirou o goleiro Beto e deixou Bradley em ótimas condições para empatar.

Aos 18 minutos, Jones acertou um belo chute de fora da área e empatou a partida. O gol melhorou o jogo, já que as duas equipes partiram para o ataque buscando o resultado. Portugal forçou o jogo em Cristiano Ronaldo, mas o craque não estava em uma noite inspirada. O segundo gol dos EUA veio após boa jogada pelo meio, a bola sobrou para Zusi, que bateu e viu Dempsey desviar com a barriga para as redes. Quando tudo era dado como perdido, Cristiano Ronaldo fez grande jogada pela direita, cruzou na medida para Varela, que empatou e manteve as esperanças portuguesas na Copa.

Deixe uma resposta