Copa Do Mundo: No fim, Holanda acorda vira sobre o México e se classifica

robben_rafamarquez_ap
(Foto: Agência AP)

A grande marca do primeiro tempo no Castelão foi o sol absolutamente forte que dificultou as ações por ambos os lados. O México, mais firme do que o adversário, jogou mais com a bola no pé e teve em Layún as melhores oportunidades de gol. No entanto, não conseguiu obrigar o arqueiro Cillessen, da Holanda, a operar nenhum milagre.

O show a parte ficou por conta da torcida mexicana, que invadiu Fortaleza e fez a festa no local. Todas as vezes que o arqueiro da Laranja Mecânica cobrava um tiro de meta, eles gritavam muito, o xingando e fazendo pressão. Na prática, ela não resultou em gols, mas fez com que o time da América do Norte não levasse sustos. No último lance, Robben reclamou de pênalti, mas o árbitro Pedro Proença nada marcou.

Tranquilo, o México começou a comandar o meio de campo com mais ofensividade. Prova disso é que logo aos dois minutos, Giovanni dos Santos dominou uma bola na intermediária e bateu cruzado, no canto de Cillessen, para abrir o placar. A Laranja Mecânica falhou uma vez e ela foi suficiente para jogar tudo no lixo.

Depois a bola na rede, o verdadeiro craque do México entrou em ação. Após parar o Brasil, o goleiro Guillermo Ochoa fechou o gol novamente e evitou pelo menos quatro chances claras de gol da Holanda. No entanto, nem ele conseguiu salvar o México. Aos 42 minutos, após bate e rebate na área, Sneijder dominou na entrada da área e fuzilou.

Só que já nos acréscimos as coisas mudaram. Robben mostrou porque é craque, cortou pela direta e foi derrubado na área por Rafa Márquez. Na cobrança, o atacante Huntelaar bateu com extrema categoria e colocou a Laranja Mecânica nas quartas de final.

Deixe uma resposta