Conmebol reforça que não haverá venda de ingressos para final da Libertadores

Foto: Divulgação

A Conmebol divulgou na noite desta sexta-feira que a final da Copa Libertadores entre Palmeiras e Santos, dia 30 de janeiro, às 17h, terá um limite estimado de 5 mil pessoas credenciadas no Maracanã. E reforçou que não haverá venda de ingressos ao público.

O limite de 5 mil pessoas contempla todo o público presente, incluindo, por exemplo:

Jogadores, árbitros, técnicos e comissões dos finalistas;
Estafe de operações da Conmebol;
Pessoal de segurança e protocolos sanitários;
Empregados do Maracanã e responsáveis pela transmissão;
Profissionais de imprensa;
Convidados dos patrocinadores e dirigentes da Conmebol;
Autoridades da cidade, estado e país;
Convidados dos clubes finalistas.

A Conmebol informou que não existem entradas à venda para pessoas que não tenham a credencial expedida pela Conmebol.

Deixe uma resposta