Conheça os locais mais assombrados do mundo

arquivo do horror

Prosseguindo a partir da matéria anterior apresentarei uma breve relação de locais onde existe grande presença sobrenatural, mas dessa vez abordarei localidades fora do Brasil, afinal de contas, o horror não se restringe apenas ao nosso país, muito pelo contrário, no exterior há locais que fazem com que as casas assombradas brasileiras pareçam um parque de diversões para crianças. 

 Place de La Concorde:

Place de La Concorde

Localizada em Paris, França, é um dos lugares mais visitados daquele país, e um dos mais espiritualmente ativos. 

 Na época da Revolução Francesa, quando se chamava Praça da Revolução, foi ali instalada a principal guilhotina da cidade, onde nada menos que 1119 pessoas perderam a cabeça, para o delírio da multidão.  

Entre as diversas personalidades que ali encontraram a morte estão o Rei Luís XVI, a rainha Maria Antonieta e o cientista Lavoisier, além de centenas de nobres e aristocratas.  

Hoje, na Place de La Concorde, as obras de arte e o obelisco egípcio são incapazes de impedir quem possui sensibilidade mediúnica de ter um espetáculo impressionante e pavoroso. São inúmeras sombras e espíritos, muitos que se manifestam sem a cabeça, ou segurando-a.  

Espíritos oriundos não apenas de pessoas mortas na época da revolução, como também daquela em que a França foi ocupada pelos nazistas, na Segunda Grande Guerra, e ali foram executadas. 

 Mais um local que, para quem possui a devida sensibilidade, oferece muito mais do que a beleza que salta aos olhos. 

Castelo de Glamis:

Castelo de Glamis

Localizado em Angus, na Escócia, é considerado um dos mais belos, e assombrados do país e, de acordo com a tradição local, possui mais segredos obscuros que qualquer outro castelo na Escócia. 

 Nele nasceu a Rainha Elizabeth I, mãe da rainha Elizabeth II e hoje é a residência do Conde e a da Condessa de Strathmore, que o mantém aberto à visitação. 

 De acordo com a obra de Shakespeare, o castelo é a residência de MacBeth, protagonista do livro homônimo. 

 Porém o local já foi palco de fatos bizarros e trágicos que justificam sua gigantesca atividade sobrenatural, como o caso do assassinato de Malcolm II, rei da Escócia, morto a facadas, no século XI. 

 Diz-se que, assim que foi esfaqueado, ele fugiu pelos corredores jorrando sangue e pedindo socorro, mas ninguém o socorreu, sequer abrindo as portas de seus aposentos, por estarem mancomunados com os assassinos. 

 Em determinadas noites o rei aparece gritando nos corredores e seu sangue escorre pelas paredes à vista de todos, para logo em seguida tudo desaparecer. 

 Pelo castelo circulam diversos fantasmas de diferentes épocas, como a “dama de cinza”, que teria morrido ao cair na lareira durante um baile. 

 Há, também, o fantasma de Lady Glamis, que é visto passeando pelas torres, especialmente a torre do relógio, que foi morta ao ser emparedada viva por seu marido ciumento. 

 Existe ainda o fantasma de um dos condes de Strathmore, que segundo a lenda perdeu a alma para o diabo num jogo de cartas, e teria sido condenado a permanecer no castelo “até que se reduza a pó a última pedra do castelo”. 

 Lendas a parte, todo aquele que possui sensibilidade mediúnica relata a visão de inúmeros espíritos, de diversas épocas, sendo desde os de nobres como os de empregados. 

 Sanatório de Waverly Hills:

 Imagem

Originalmente construído para ser um hospital onde eram tratadas vítimas da tuberculose, foi aberto em 1910 no estado do Kentucky, E.U.A.  

Com a erradicação da epidemia o local passou a ser utilizado como hospital geriátrico até o ano de 1980, quando foi fechado sob a suspeita de maus tratos aos internos. 

Considerado um dos lugares mais assombrados da América do Norte, o sanatório já apareceu em diversas reportagens na televisão.  

Várias investigações foram realizadas no sanatório e nelas constatou-se grande número de fenômenos paranormais, como vozes de origem desconhecida, gritos que ecoam pelos corredores e até algumas aparições espirituais.

 

Túnel da Morte

Túnel da Morte

 Todo o complexo possui grande presença paranormal, porém, o mais tétrico deles é o corredor que era utilizado para o transporte dos cadáveres para fora dele, conhecido como “Túnel da Morte”. 

Os Estados Unidos possuem inúmeros sanatórios, a maioria hoje desativados, onde a presença de espíritos é facilmente constatada, porém Waverly Hills é considero o que possui a maior concentração deles. 

Edifício Dakota:

Edifício Dakota

Esse majestoso edifício que fica em Manhattan, E.U.A., ao contrário do que costuma acontecer, não deve sua fama à aparições sobrenaturais ou ocorrências inexplicáveis, mas sim, pela energia extremamente negativa que o envolve e trouxe problemas a quem teve alguma ligação com ele. 

 Algumas cenas do clássico filme de terror “O bebê de Rosemary” foram gravadas nesse edifício. 

 O fundador da Igreja de Satã, Anton Lavey, também morava em um dos apartamentos e teria ajudado na elaboração das cenas dos rituais satânicos no filme. 

 Mia Farrow, a atriz principal da obra, se divorciou de Frank Sinatra durante as gravações e o diretor do longa, Roman Polanski, perdeu sua mulher, Sharon Tate, assassinada.  

A partir daí, o Dakota ganhou fama de fantasmagórico e amaldiçoado. 

 Coincidentemente (ou não), trata-se do prédio em que John Lennon foi assassinado por Mark David Chapman em 1980. 

 Como se vê, não faltam fatos para caracterizar esse edifício como assombrado por entidades negativas que não se manifestam da maneira mais “convencional”, mas sim, influenciando negativamente quem permanece dentro dele. 

 Catacumbas de Paris:

catacumbas de paris

Imagine uma catacumba cujo teto e paredes sejam decorados por esqueletos humanos. Surreal, não é verdade? 

 Pois em Paris você encontra uma catacumba assim, que passou a ser organizada em 1785 e reúne cerca de seis milhões de esqueletos, restos mortais de combatentes da Revolução Francesa e de outras batalhas ocorridas ao longo dos séculos. 

 A catacumba possui 400 km de extensão e está aberta ao público para visitação. 

 Seus corredores são estreitos, dando passagem para somente uma pessoa de cada vez e é quase inevitável não se manter um contato tátil com os esqueletos.  

Na entrada da catacumba existe uma inscrição que diz: “Arrete: c’est ici l’empire de la mort” (Pare: começa aqui o império da morte).  

Não há motivo algum para que dentre os milhões de esqueletos presentes na catacumba haja algum espírito perambulando pelo local, ou há? 

Campos de Auschwitz:

Campos de Auschwitz 

Sua construção se iniciou em 1940, no sul da Polônia, e teve como objetivo formar o complexo Aushwitz-Birkenau-Monowitz que abrigaria prisioneiros poloneses. 

 Estima-se que cerca de três milhões de pessoas tenham morrido no local, sem mencionar aquelas que sofreram com os experimentos, muitos extremamente bizarros, promovidos pelos nazistas. 

Paredes da Câmara de Gás de Auschwitz

Paredes da Câmara de Gás de Auschwitz

 Dor e sofrimento estão fortemente impressos no local, o que não poderia ser diferente, e ele está aberto à visitação pública.  

Relatos de espíritos que perambulam, ainda perdidos, por toda sua extensão, são bastante comuns. 

Abadia de Thelema:

Abadia de Thelema

Essa pequena casa que hoje se encontra em ruínas fica em uma pequena comuna da região da Sicília, Itália, e em 1920 foi adquirida por ninguém menos que Aleister Crowley (1879-1947).  

 Para quem não sabe Crowley é considerado, ainda hoje, um dos maiores ocultistas de todos os tempos e se intitulava por nada menos que “A Grande Besta”.  

No local ele se dedicou aos estudos de seus próprios escritos baseados em uma filosofia mística, denominada Thelema, que funde religião, filosofia e proposta social.  

É decorada com afrescos eróticos de homens e mulheres, demônios nus, serpentes e sátiros, todos de autoria do próprio Crowley, e teria sido palco de orgias satânicas, rituais de magia negra e sacrifícios de animais, inclusive com a ingestão de sangue. 

 As atividades realizadas ali eram tão subversivas que em 1923 Mussolini, então presidente da Itália, exigiu que Crowley e seus seguidores deixassem o lugar e, desde então, ele permanece abandonado.  

Moradores dos arredores pintaram seus muros de branco, com a ideia de que assim possam manter aprisionadas no interior da construção todas as criaturas malignas invocadas por Crowley e seus seguidores. 

Castelo de Dragsholm:

 Castelo de Dragsholm

Diversos são os castelos europeus que respondem pela alcunha de serem “o mais assombrado” e o de Dragsholm, localizado na costa da Dinamarca, é um deles. 

Onde hoje funciona um hotel, a edificação foi construída há oitocentos anos e tanto sua arquitetura quanto a paisagem em que se localiza são encantadores, entretanto, com o cair da noite, o encantamento desaparece. 

Em suas instalações perambulam centenas de espíritos, a maioria de origem desconhecida. 

Porém, existem os que são mais conhecidos, como a Dama Cinzenta, uma antiga criada do castelo conhecida por ajudar a desfazer as malas dos hóspedes e o Conde de Bothwell, membro da família real escocesa e ex-prisioneiro, que cavalga pelos pátios do castelo.  

 Mas a mais trágica das histórias se refere à da Dama de Branco, uma jovem figura da nobreza que, por apaixonar-se por um mero criado, foi trancada em seu quarto pelo próprio pai, para todo o sempre. 

 Lenda? Não é o que os fatos comprovam.  

Nos anos trinta, durante uma obra de restauração, os trabalhadores encontraram um esqueleto trajando um vestido branco sepultado dentro de uma das paredes do castelo… 

Cemitério de St. James:

Cemitério de St. James

Localizado no norte da cidade de Londres, Inglaterra, também é conhecido como Cemitério de Highgate e abriga em seus jazigos personalidades como Douglas Adams e Karl Marx.  

Todo cemitério costuma ser palco de intensa atividade paranormal, entretanto St. James possui suas entidades bastante peculiares, como a conhecida como o Vampiro de Highgate, um fantasma que traja sobretudo e chapéu negros, medindo cerca de dois metros de altura e um olhar aterrador conforme alegam diversas pessoas que afirmam tê-lo visto desde a 1960.  

Além do vampiro, Highgate também é o lar de uma mulher louca, de cabelo grisalho  e que corre desesperadamente entre túmulos. 

Penitenciária Eastern State:

Penitenciária Eastern State

Também conhecida como Penitenciária Estadual da Filadélfia, foi a primeira penitenciária moderna do mundo, assim considerada por utilizar um método de encarceramento considerado revolucionário na época. 

Esse método encorajava a utilização das famosas “solitárias” como método de reabilitação dos detentos e abrigou nada menos que o famoso Al Capone. 

A penitenciária funcionou entre os anos de 1829 e 1971 e serviu como cárcere de cerca de 75.000 detentos, com a grande maioria apresentando problemas mentais devido à forma como eram mantidos. 

Em 1994 Eastern State foi aberta para visitação e quem se atreve a percorrer suas instalações costuma relatar visões misteriosas, sussurros e gritos. 

Diversos programas de televisão que se dizem “especializados em fantasmas” estiveram no local desde então. Em 2007 dois membros da equipe de um desses programas desmaiaram durante o processo e vários disseram ter tido contato com forças sobrenaturais. 

Locais que foram palco de dor e sofrimento costumam reter enorme quantidade de energia negativa, além de abrigarem espíritos incapazes de seguir para o além, e as penitenciárias desativadas são um exemplo perfeito disso.  

Casa do Diabo:

Casa do diabo

Em Felgueiras, Portugal, existe uma casa que o povo local chama de nada menos que “A Casa do Diabo”. 

Hoje em ruínas, a construção é assim conhecida pelas situações inexplicáveis pelas quais seus moradores vivenciaram. 

Durante quatro anos um casal de agricultores que ali viveu relatou a ocorrência de fenômenos bizarros. 

Sem filhos, enquanto o marido trabalhava no plantio, sua esposa se dedicava aos bordados, tanto para passar o tempo quanto para ajudar no orçamento. Os trabalhos estavam prontos, bordados, passados e dobrados, e foram deixados em um dos quartos, porém, no dia seguinte, quando ela foi pegá-los para fazer a entrega da encomenda, o trabalho estava todo remexido e coberto de urina. 

A partir de então eles começaram a se deparar com móveis que saiam do lugar sozinhos, utensílios que voavam pelos ares e vozes angustiadas clamando por socorro. A situação ficou tão insuportável a ponto de eles se mudarem de lá. 

Quem passa defronte à casa tem a nítida impressão de que alguém os observa, lá de dentro, e há quem relate ouvir estranhos grunhidos vindos do seu interior. 

A construção já esteve para ser demolida em diversas ocasiões, entretanto o processo nunca pode ser concluído por sempre desaparecem documentos referentes a ele. 

Coincidência? Talvez, mas a verdade é que aqueles que visitam a sinistra casa dizem que ela possui uma vibração terrível. 

Paróquia Borley: 

Paróquia Borley 

Na cidade de Essex, na Inglaterra, há um local considerado pelos pesquisadores paranormais como um dos mais assombrados do mundo. 

Construída em 1863, moradores do local relatam ser impossível viver ali com tranquilidade diante de tantas manifestações inexplicáveis. 

Móveis encontrados fora do lugar, som de batidas nas paredes, sinos, passos, quadros que caiam e gemidos ocorriam dia e noite, sem dar descanso aos moradores. 

Borley se tornou famoso quando o médium inglês Harry Price (1881-1948) realizou investigações no local e descobriu que antes de ser transformada em paróquia o local era um mosteiro com uma triste história. 

Nele, devido à uma paixão proibida, um monge havia sido enforcado e a noviça por quem se apaixonara, emparedada viva. 

Quando questionados pelo médium sobre o que pretendiam com aquilo tudo a única resposta que obteve foi: “descansar”. 
Hand sticking pins or needles in a voodoo doll

Os mais céticos dizem que todas essas histórias são mentirosas, que não passam de fantasia ou apenas um engodo para atrair turistas e, com isso, gerar renda. 

Creio que apenas quem presenciou fatos inexplicáveis como os que foram narrados está apto a dizer se tudo isso se trata apenas de fantasia ou se o que dizem é mesmo real. 

A verdade é que o sobrenatural está ao nosso redor, acreditemos ou não. 

Eu não me arrisco, e você? 

pos morte 1

 

Bela imagem, não acham? Acredita que esta menina não estava mais viva no momento em que foi fotografada?  Na próxima semana, vamos conhecer a história das fotografias após a morte.

Arquivo do Horror, toda quarta-feira, às 20h, no BDI.

@oscarmendesf / Site oficial do autor

Mande e-mail para o colunista: oscarmendes@bastidoresdainformacao.com.br