Conheça o talento de Rafaela Borges

tem futuro 2

A  “Têm futuro” traz na edição de hoje a blogueira Rafaela Borges. A promissora paulistana de 18 anos cursa o ensino médio, escreve artigos para portais de entretenimento, como o Publicamente, do qual saiu há pouco tempo por problemas de relacionamento já superados, como ela mesmo frisou.  Depois, criou sua própria página denominada “Poxa, Rafaela!” e tenta ingressar na carreira de modelo.

Conversei com Rafaela sobre seu passado e os planos para o futuro. Confira:

Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

18 anos? É isso?

Sim! 18 primaveras muito bem vividas.

Todas elas recordadas? E as viagens?

Bom, eu tenho memória de peixinho! A parte da minha infância eu lembro bem por cima, mas sempre me mudei muito. Então eu sempre fiz questão de fotografar tudo, guardar todos os papeis e panfletos, inclusive anotar (sempre tive diários e tenho todos eles até hoje). Isso se aplica a todas as viagens que eu fiz! Lembro de todas e, os detalhes, meus diários e fotos não me fazem esquecer.
Por isso desenvolveu esse gosto pela escrita?

Isso começou quando eu aprendi a escrever. Não que eu gostasse disso naquela época, mas eu gostava da forma que as palavras tomavam quando juntas (e a minha avó sempre foi bem rígida, então eu fazia as lições da escolinha e ela me fazia fazer aquilo perfeito! Se tivesse uma palavra errada, as vezes ela apagava o texto todo!). E eu comecei a desenvolver um gosto especial pelas palavras e semântica, então pulei para os diários. Os diários foram consequência de um apreço que tive na minha alfabetização (tirando que eu era aquelas crianças chatas que falava tudo certinho e nunca com vírgulas fora de lugar).

E já se decidiu quanto à sua carreira?

Sim! Publicidade…

Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

Rosto bonito, boa fotografia e quase 1,80 (1,78) de altura. Por que não te vejo em uma passarela, ainda?

Primeiramente, obrigada pelo elogio! E é exatamente isso que eu estou tentando fazer. Já fui chamada pela W One e quinta-feira tenho uma entrevista com a L’Equipe. Tô morrendo de nervosa!

O que a fez abandonar o Publicamente?

AHHHHH! Foram ações tomadas que levou a desconfiança. Então abri mão, porque depois de tudo o que aconteceu estava um clima bem pesado… E não queria ver o Publicamente daquela forma, porque era para ser um Blog onde há harmonia, paz e sinceridade. Comigo lá, seria incapaz de ter isso de novo. Recuei a abri meu próprio. Neste fiz um post sobre minha saída do Publicamente .

As meninas do Publicamente / Foto: Publicamente
As meninas do Publicamente / Foto: Publicamente

Já havia visitado o “Poxa, Rafaela!”. Fale um pouco do seu novo projeto…

Eu falo de loucuras. Gente louca só fala de loucuras, né!? Eu comecei-o com o intuito de compartilhar minha vida e meus pensamentos com pessoas que passem a mesma coisa que eu. Falo sobre tudo, sobre mim, moda, aplicativos, em suma é tudo o que eu gosto e sou! Ele nem tem uma semana de vida, então estou traçando o perfil da minha escrita e posts ainda!

E a Rafaela está solteira, namorada ou enrolada?

Estou em um relacionamento sério com minha felicidade. Tô solteira!

Quem e o quê a inspira?

Pessoas boas me inspiram. Lugares me inspiram. Aromas, comidas, situações. Estar cada dia viva, respirante e com a chance de fazer de hoje melhor que ontem me inspira.

Ídolos?

É muito difícil de falar! Cada pessoa tem um pouco do muito que eu admiro. Meu pai seria um deles, com certeza.

Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Quem quiser saber mais sobre a Rafaela, conhecê-la pessoal e profissionalmente, como faz?

Eu estou no instagram e twitter, onde posto tudinho o que faço: @_rafaelamaximo (https://twitter.com/_rafaelamaximo | http://instagram.com/_rafaelamaximo). Tem a minha página no facebook: Poxa, Rafaela (https://www.facebook.com/poxafaela). E meu blog: www.poxarafaela.com

Quem me seguir em qualquer rede social e blog ganha uma florzinha cheia de amor <3.

Obrigado, Rafaela! Foi um prazer!

One thought on “Conheça o talento de Rafaela Borges

Deixe uma resposta