Conexão Repórter desvenda o lado obscuro da espionagem na internet‏

(Crédito: Lourival Ribeiro/SBT)
(Crédito: Lourival Ribeiro/SBT)

Um cenário virtual feito de computadores e armas mortais em forma de vírus. No “Conexão Repórter” deste domingo, 28 de junho, Roberto Cabrini desvenda o lado obscuro da internet. Todos os dias, milhares de pessoas, no Brasil e no mundo, são ilegalmente espionadas em suas casas, empresas e até mesmo em sedes do poder público. A vigilância é constante, 24 horas por dia, sete dias por semana, dentro e fora da rede.

De um lado, os chamados “detetives virtuais” que invadem sistemas para apontar suas falhas e solucioná-las. De outro, os “foras da lei” do meio eletrônico, que usam o conhecimento para bisbilhotar a vida alheia, roubar informações, cometer crimes e promover a desordem mundial. O programa vai demonstrar ao telespectador como é fácil acessar dados confidenciais de um computador que deveria ser só sucata. Cabrini mostra ainda os dispositivos que ajudam bandidos a hackear caixas eletrônicos.

Cabrini entrevista ainda um jovem gênio da informática chamado Rafael Costa. Ele tem apenas 17 anos, mas desenvolve aplicativos para celular desde os 12 e aos 9 anos já dava sustos na mãe ao invadir seu computador para lhe pregar peças.

O Conexão Repórter vai ao ar neste domingo, a partir das 23h, logo após o programa Silvio Santos.

Deixe uma resposta