Com restrições, Anvisa autoriza uso do canabidiol, um derivado da maconha

Divulgação
Divulgação

Nesta quarta-feira (14), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou uma resolução que tira o canabidiol – um produto derivado da maconha que é indicado a pacientes com epilepsia grave e outras doenças – da lista de substâncias proibidas.

No entanto, a Anvisa afirmou que isso não significa que o registro de remédios feitos a partir do canabidiol tenha concessão automática. Os pacientes interessados em importar o remédio terão que receber a permissão da agência.

Outra novidade é que a Anvisa decidiu que vai elaborar uma proposta de resolução que simplifique o processo de importação da substância. Segundo Jaime Oliveira, diretor-presidente da Anvisa, uma decisão poderá ser divulgada em 30 ou 40 dias.

Deixe uma resposta