Com Luiz Adriano confirmado; Seleção Brasileira encerra preparação para jogo contra a Turquia

selecao-brasileira-dunga_bruno-domingos--mowa-press
(Foto: Bruno Domingos / Mowa Press)

Dunga começou a última atividade da seleção brasileira antes do duelo desta quarta-feira, às 16h30 (de Brasília), contra a Turquia, no estádio do Fenerbahçe, optando pelo segredo. Mas, depois, voltou atrás. O treinador fechou o treinamento aos jornalistas e só abriu nos minutos finais, quando os atletas já disputavam um animado recreativo. Mas não hesitou ao falar da escalação da equipe na entrevista coletiva em seguida, quando confirmou as presenças de Diego Alves no gol e Luiz Adriano no ataque. Eles ocuparão as vagas do goleiro Jefferson e do atacante Diego Tardelli, que não foram chamados por atuar no Brasil, assim como o volante Elias – substituído por Fernandinho.

Desta forma, a escalação da seleção brasileira para a partida esta quarta deve ser: Diego Alves (na vaga de Jefferson), Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho e Oscar; Willian, Neymar e Luiz Adriano.

Com Luiz Adriano, a Seleção ganha uma referência na grande área, um camisa 9. Com isso, Neymar voltaria a fazer sua função de costume, diferentemente da partida contra o Japão, quando marcou quatro vezes, ficando mais adiantado do que Diego Tardelli – atuando como um falso centroavante. Ainda assim, o Dunga quer que o atleta do Shakhtar Donetsk apresente movimentação intensa.

Questionado sobre a escolha de Diego Alves em vez de Rafael Cabral, como acreditava-se de início, diante do desfalque de Jefferson, Dunga adotou o discurso de rotação para que todos sejam testados, independentemente de posição.

– Decisão nossa. Temos 23 jogadores e todos podem jogar. O Diego já participou várias vezes da Seleção, inclusive nas olimpíadas. É o momento de colocarmos para testar. Ninguém vem garantido na Seleção. Temos que criar essa competitividade internamente.

Deixe uma resposta