Chega de falar de fraude nas urnas

Foto: Divulgação/TSE
Foto: Divulgação/TSE

Muito antes de se discutir se houve fraude na votação de Dilma, coisa que poderia ser pedida apuração a uma equipe de auditoria do Senado, muito antes falei das fraudes constatadas.

Muitas foram as pessoas que foram votar e ao entrarem na sala souberam que não poderiam votar porque já teriam votado.

Isto não precisa de apuração porque é fato consumado.

Isto é fraude e não suposta fraude.

Qual foi o senador da República que fez algo?

Nenhum.

Nenhum dos senadores da oposição fez absolutamente nada.

Apenas o Senado tem poder de investigar o STF ou o TSE.

O Senado pode convocar, a palavra é convocar e não convidar, um ministro do TSE que tem obrigação de comparecer ao Senado e prestar declarações sobre o que for perguntado.

Nenhum senador teve a competência constitucional de convocar o presidente do TSE para dizer como uma fraude daquelas não foi resolvida e a urna anulada.

Nem Jarbas Vasconcelos, nem Ana Amélia, os dois únicos que considero bons, tiveram a atitude de defender a votação certa.

Então a gente sabe que nem estes dois sobre quem jamais houve nenhuma denúncia, tiveram autoridade de atitude pra fazer as cosias.

Imaginem os outros.

Deixe uma resposta