Cerimônia na Escola Naval forma 178 novos Guardas-marinha

O Presidente Jair Bolsonaro participou, neste sábado (12), no Rio de Janeiro, da cerimônia de formatura da Escola Naval em que 178 Aspirantes foram declarados Guardas-marinha. Após quatro anos de formação acadêmica e militar-naval, eles receberam as espadas, símbolo do oficial de Marinha.

A turma de Aspirantes foi batizada de Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque, que homenageia o primeiro brasileiro a comandar uma Força Naval na defesa do Brasil contra invasores franceses no Maranhão em 1614. Entre os formados estão onze mulheres e um estrangeiro vindo de Honduras.

“Prezados Guardas-marinha, quando entramos nesses portões, vestimos as mesmas fardas, e, independentemente, das nossas origens, nos tornamos iguais, compartilhamos experiências, dividimos dificuldades e alegrias. Aqui, aprendemos valores como civismo, lealdade e patriotismo, além da disciplina e da hierarquia que são bases da nossa vida na caserna e que os acompanharão para sempre. Não permitam que eles se ausentem de suas vidas, pois a mesma disciplina e hierarquia que nos impõem limites, também nos impulsionam a evoluir”, afirmou o Presidente.

O Presidente Bolsonaro entregou a espada aos primeiros colocados do corpo da armada, do corpo de fuzileiros navais e do corpo de intendentes.

“Esses bons momentos de instrução, vitória e superação e preparação intelectual os ajudarão a construir uma carreira meritória”, ressaltou Bolsonaro. “Levem como ensinamento: conquistar objetivos depende de força, de vontade, fé e determinação. Vocês poderão superar quaisquer obstáculos e atingir quaisquer objetivos. Sejam fiéis a sua Pátria, aos seus valores e, assim, honrem ainda mais a Marinha do Brasil”, acrescentou.

Os Guardas-marinha da turma Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque farão, no próximo ano, o ciclo pós-escolar da formação, com um ano de duração, que se encerrará com a viagem de instrução a bordo do Navio-Escola Brasil, onde complementarão a formação profissional-naval. Nesse período, eles colocarão em prática o conhecimento técnico adquirido durante a formação.

Formação

A Escola Naval, mais antigo estabelecimento de ensino superior do Brasil, forma oficiais de Marinha para os postos iniciais das carreiras dos Corpos da Armada, Fuzileiros Navais e Intendentes da Marinha. Durante quatro anos, os militares estudam matérias de nível superior e recebem a graduação de bacharel em ciências navais. O ingresso na Escola Naval se dá por meio de concurso público.

 

Deixe uma resposta