Ceni detona arbitragem após empate contra Vasco

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após o empate com o Vasco por 2 a 2 no Morumbi, o goleiro do São Paulo, Rogério Ceni, criticou a marcação de um pênalti para o Vasco, que terminou em expulsão do lateral esquerdo Matheus Reis. Segundo o goleiro tricolor, a pressão feita fora de campo fez com que o arbitro Dewson de Freitas da Silva, assinalasse a penalidade questionável.

“Esse pênalti não foi apitado dentro do campo. Só bastava uma circunstância. Ocorreu uma circunstância muito, muito, muito duvidosa”, declarou Ceni.

Durante a semana, o presidente do Vasco Eurico Miranda teceu duras críticas contra a arbitragem do Brasileirão. Revoltado com as marcações na partida contra a Chapecoense, o dirigente criticou o presidente da CBF Marco Polo Del Nero, que também comanda a Federação Catarinense. Falou em “interferência direta”, exibiu um dossiê com supostos erros contra seu clube e teceu uma série de ameaças.

O lance em questão ocorreu aos 43min do primeiro tempo, quando Madson partiu pela direita e cruzou a meia altura. Matheus Reis pulou no carrinho para interceptar, mas deixou seu braço elevado. A bola encostou no seu cotovelo e Dewson marcou a penalidade. Já pendurado com o cartão amarelo, o jovem lateral são-paulino foi punido novamente e acabou expulso.

“Tem várias avaliações que podem ser feitas depois de 90 minutos. Assim como a gente estava 11 contra 11 no começo do jogo, baixamos um pouco a intensidade, deixamos o Vasco crescer. Destacar a garra de todos que ficaram em campo”, afirmou o goleiro.

Deixe uma resposta