CBF age rápido após selvageria em Recife

(Carlos Ezequiel Vannoni/ Agência Jcm/ Fotoarena)
(Carlos Ezequiel Vannoni/ Agência Jcm/ Fotoarena)

A CBF teve ato imediato perante a selvageria em que se transformou ato de torcedor no Recife.

Proibidos de jogar com torcida, jogadores do Santa Cruz pagam por ato irresponsável de torcedor.

Autoridade é algo definitivo pra disciplina onde quer que seja.

O Clube Santa Cruz se diz vítima.

Mas no ato e fato não pode deixar de ser responsabilizado.

Alguém vai dizer que ninguém poderia impedir que um pseudo torcedor que na verdade era um bandido, arrancasse a privada do estádio e jogasse lá de cima matando um torcedor do time visitante.

Mas precisa um pouco mais cuidado na manutenção do estádio
pra que não seja tão simples arrancar um objeto que deveria estar bem fixado pra não causar o que causou.

Manutenção em estádio de futebol é símbolo de prevenção a situações similares a esta.

Muita atenção deve ter quem for responsável pelas manutenções de estádios de agora em diante.

A história mostra que quando algo parecido acontece, logo depois alguém tenta algo parecido ou pior pra aparecer na mídia.

Então vamos entender a importância desta situação e alertar os donos de estádios e que se preocupem de verdade com situações no futuro nem tão longe.

Vamos lembrar que o estádio que inaugura a Copa, o Itaquerão, tem partes de arquitetura em vidro e partes móveis.

Tão importante quanto a manutenção deve ser a área de segurança de prevenção, mesmo que pra isto se montem projetos parecidos com as ruas de Cingapura, onde cada metro quadrado é visto através de câmeras e que a cada minuto tudo seja visto pelas áreas de segurança de imediata guarda.

Vamos entender que o presente é agora e a segurança passa a ser de fundamental importância pra que pessoas que fazem a alegria do show do futebol possam se divertir, desejar a vitória de seus times e voltar vivas pra casa.

Afinal sem plateia o show de nada vale.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta