O caso da contratação de Jô Soares pelo SBT

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ao contrário do que muita gente imagina a contratação de Jô Soares pelo SBT não foi tão simples assim.

Jô Soares não era a primeira opção de Silvio Santos.

Silvio contratou Ferreira Neto pra fazer um programa de entrevistas nos moldes do que depois seria o do Jô.

Este modelo de programa é americano e Silvio queria fazer igual.

Então acertou um bom contrato com Ferreira Neto, jornalista experiente em programas de entrevistas.

Mas quando Ferreira viu o contrato em que ele se obrigava a certas coisas, tipo convidar gente que fosse aprovada pelo SBT e convidar artistas do SBT pra serem entrevistados, Ferreira não gostou e foi conversar com Silvio, no camarim do Silvio.

A conversa não foi das mais macias.

Ferreira Neto era duro de conversa e Silvio também.

Ao final, Ferreira disse que não faria nada daquilo e ainda rasgou o contrato na frente de Silvio.

Silvio ficou zangadíssimo e se lembrou de um fato que acontecera há muito tempo.

Nos anos 60, quando Silvio começou sua carreira de programa aos domingos, existia um programa de entrevistas na TV Record com Silveira Sampaio.

Chamava-se Silveira Sampaio Show.

E quem era o assistente de Silveira era Jô Soares.

Acontece que Silveira Sampaio morreu.

E o Jô acreditava que poderia ser substituto do Silveira Sampaio e foi conversar com o diretor da TV Record, Paulinho Machado de Carvalho, pedindo pra que ele Jô pudesse substituir Silveira no programa de entrevistas.

Paulinho não acreditou no Jô e lhe disse que preferia acabar com o programa porque ele, Jô tinha talento pra humorismo mas não daria certo sendo apresentador.

E isto ficou de atravessado em Jô por muitos anos.

Silvio Santos se lembrou disto e mandou uma proposta irrecusável pra Jô, tanto financeiramente quanto pelo lado da realização de algo do passado.

Jô topou na hora e largou a TV Globo pra ser contratado de Silvio.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta