Carille comemora primeira final da carreira

(Foto: Marcos Ribolli)

Fábio Carille terá a chance de ser campeão paulista com menos de 40 jogos em seu currículo. Ele credenciou o Corinthians a disputar a final contra a Ponte Preta com um empate por 1 a 1 com o São Paulo neste domingo, em Itaquera.

“Internamente, nós mesmos sabíamos que teríamos dificuldades neste ano”, minimizou Carille.

Nesse cenário, o time de Fábio Carille passou a ser apontado como a quarta força do Estado.

“Até onde acompanho, sou muito respeitado, sim. Falavam isso de quarta força por tudo o que aconteceu no ano passado. Além disso, o Palmeiras ganhou o Campeonato Brasileiro e buscou reforços, o Santos estava montado e o São Paulo veio contratando bem. Era normal que as críticas fossem direcionadas a nós”, aceitou o treinador.

Para passar a receber elogios, decidiu armar um time seguro defensivamente, que não prioriza o ataque.

“Mesmo não jogando um futebol bonito, o Corinthians tem jogadores que cumprem as suas funções, que fazem triangulações e que se dedicam muito. Eles compraram a nossa forma de jogar. Foi o que pedimos desde a Copa Flórida. Chegamos muito fortes para essa final”, confiou

Ponte Preta x Corinthians começam a decidir o título do Paulistão no próximo domingo em Campinas. O jogo da volta será daqui a duas semanas na Arena Corinthians. Os horários das partidas serão às 16h (horário de Brasília).

Deixe uma resposta