Campanha de Marina pode ser anulada por fraude

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma candidata de nome Marina Silva, purista em seus pronunciamentos, pode estar fazendo campanha montada em um avião fantasma.

As investigações da Polícia Federal caminham pra denúncia de fraude eleitoral que já estaria sendo cometida por Eduardo Campos e Marina desde o começo da campanha onde os dois voaram no jatinho fantasma.

A Polícia Federal está de posse de indícios de fraude fiscal e eleitoral e a curto espaço de tempo pode oferecer denúncia ao Ministério Público e à Justiça Eleitoral.

Nenhum documento do jatinho está legal, quer no fato de que a propriedade este em litígio de origem, litígio de pagamentos e inexistência de declarações de uso eleitoral.

No papel, tudo que está na mão da Polícia Federal dá motivo à anulação da candidatura de Marina.

Nos próximos capítulos o partido PSB precisa declarar a origem do jato, os registros de dinheiro e uso eleitoral pra que a Justiça Eleitoral dê seu parecer se mantém ou não a candidatura do partido neste ano.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta