Camacho admite pressão no Santos após derrota diante do Cuiabá

Foto: Ivan Storti / Santos FC

O Santos chegou neste sábado a cinco jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro. Fora de casa, o Peixe perdeu por 2 a 1 para o Cuiabá e viu sua situação na tabela de classificação ficar ainda mais incômoda.

Logo após a partida, o volante Camacho admitiu que a falta de vitórias pressiona os jogadores e técnico Fernando Diniz no Santos.

– É time grande. O Santos é um time gigante. A pressão vem. Não estamos ganhando. Tivemos momentos bons, mas tivemos momentos de desatenção. Agora é trabalhar para sair dessa situação o mais rápido possível – disse Camacho.

Camacho também disse que a jogada do primeiro gol do Cuiabá, marcado por Jonathan Cafu, havia sido treinada pelo Santos durante a semana.

– Tomamos um gol em uma jogada que treinamos a semana inteira. Eles fizeram um igual contra o Palmeiras. Não podíamos tomar esse gol. Corremos atrás, criamos chances. Mas eles vieram para cima e virou um jogo de trocação. É uma fase difícil, complicada. Temos de correr para vencer em casa – completou.

Deixe uma resposta