Brasil passa com tranquilidade pela Bélgica e se aproxima do décimo título do GP

volei_brasil_1_1
(Foto: Divulgação/FIVB)

O início da partida entre Brasil e Bélgica, válida pela terceira rodada do Grand Prix, foi atrasado em 50 minutos, por conta da longa partida preliminar entre Rússia e Turquia. Mas isso não mudou em nada o horário do término do jogo das comandadas de José Roberto Guimarães. Em uma partida rápida, com 1h08 de duração, a seleção brasileira derrotou a Bélgica por 3 sets a 0, parciais de 25/10, 25/12 e 25/12 e alcançou a segunda vitória na fase final da competição

Com o resultado, o Brasil está na segunda posição da classificação geral do torneio com sete pontos, atrás do Japão, que venceu a China nesta sexta-feira por 3 sets a 0, e alcançou os nove pontos. Mesmo com a derrota na estreia diante da Turquia, o Brasil ainda depende só de si para conquistar o 10º título na competição. Neste sábado, às 3h (de Brasília), o duelo é com a Rússia, e no domingo, às 7h, o desafio é diante das donas da casa, as japonesas. 

Um dos destaques do time na partida, Thaisa comemorou o bom desempenho no saque:

– Na quarta-feira, não consegui ter uma boa sequência de saques e coloquei na minha cabeça que hoje (sexta-feira) seria diferente. No entanto, tenho que parabenizar a equipe. Só consegui boas sequências porque nossa defesa, o bloqueio e o ataque funcionaram. Estávamos um pouco preocupadas porque nunca tínhamos jogado contra a Bélgica. Fiquei feliz porque entramos em quadra muito concentradas e não deixamos elas jogarem. Esse foi o diferencial – comemorou.

Deixe uma resposta