Brasil é bronze com Cielo no 4x50m livre misto

nat-revezamento-brasil-satirosodre-sspress
(Foto: Satiro Sodré / SSpress)

Depois de Nicholas Santos faturar a prata nos 50m borboleta, o Brasil conquistou a sexta medalha no Mundial em piscina curta, que está sendo realizado em Doha, no Catar. O quarteto brasileiro formado por Cesar Cielo, João de Lucca, Etiene Medeiros e Larissa Martins fechou a prova do revezamento 4x50m livre misto na terceira posição, com o tempo de 1m29s17. O ouro foi para os Estados Unidos, com 1m28s57, batendo o recorde mundial, e a prata para a Rússia, com 1m29s13.

O primeiro a cair na água foi Cesar Cielo, que colocou o Brasil na segunda posição, atrás da Rússia por seis centésimos.  Na sequência, João de Lucca manteve o Brasil em segundo, 0s44 atrás dos russos.  Aí, a decisão ficou por conta das mulheres do time, que aguentaram bem a pressão para deixar o Brasil na zona da medalha. Etiene, que havia nadado as semifinais dos 50m costas minutos antes, deixou o Brasil em segundo, com Larissa Martins, fechando a prova com a medalha de bronze.

Com o resultado, o Brasil atinge a marca de seis medalhas na competição. O país, que tem três ouros (4x50m medley misto e masculino, Felipe França nos 100m peito), além de uma prata (Nicholas Santos nos 50m borboleta) e dois bronzes (Cielo nos 50m livre e 4x50m livre misto), é o quarto colocado no quadro de medalhas, atrás de Hungria, Espanha e Holanda.

Deixe uma resposta