Bolsonaro provoca Globo sobre denúncia de doleiro

Foto: Divulgação

Bolsonaro voltou a ‘cutucar’ a Globo após publicar um vídeo em seu canal no YouTube, chamado “Aguardando para o Fantástico”, em que provoca a emissora sobre supostos valores que teriam sido repassados pelo doleiro Dario Messer à família Marinho, proprietária do grupo Globo.

Bolsonaro já havia citado o caso em suas redes sociais. De acordo com informações da revista Veja, o “doleiro dos doleiros” afirmou que um funcionário seu se dirigia duas a três vezes por semana à sede da Globo com pacotes de dinheiro vivo.

Os valores ficavam entre US$ 50 mil e US$ 300 mil. Diante disso,  Bolsonaro fez a conversão dessa quantia para a cotação atual do dólar em reais e multiplicou pela frequência citada na matéria (duas a três vezes por semana).

Conforme a polícia, Messer atuou em esquemas de corrupção por 30 anos. Deste modo, Bolsonaro deduziu que os repasses aos Marinho alcançaram a marca de R$ 1,75 bilhão.

Os valores seriam descontados no exterior por Roberto Irineu e João Roberto Marinho, segundo a revista.

“Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras no exterior. Da mesma maneira, nunca realizaram operações de câmbio não declaradas às autoridades”, informou o grupo Globo em nota.

Deixe uma resposta