Boechat esqueceu a inteligência em casa?

Foto: Divulgação Band
Foto: Divulgação Band

Ricardo Boechat, jornalista da TV Bandeirantes, conseguiu falar uma bobagem tão grande que em nada parece com aquele jornalista inteligente do passado que fazia colunas tão interessantes quanto aquela que o fizeram perder seu espaço no jornal O Globo.

Boechat, com carinha tão inocente, parecendo que desconhece os fatos, perguntava diante do microfone que queria que mostrassem pra ele onde estariam os fatos que levariam ao pedido de impeachment da dona Dilma.

Ora, nobre inocente Ricardo, a gente vai contar.

Dona Dilma era presidente do Conselho da Petrobras durante todo tempo em que aconteceram os mais estranhos atos de diretores da empresa debaixo dela.

Ela sabia de tudo segundo um dos delatores.

Ela assinou atos sendo presidente de Conselho.

E se ela nada sabia então não pode governar um país inteiro se não sabe comandar apenas uma empresa.

Os contratos de compra superfaturada nos Estados Unidos foram chancelados por ela.

Depois nós temos o dinheiro da campanha que já se sabe, pelos delatores, que foi dinheiro de superfaturamento de obras, embora tenha sido depositado na conta oficial do partido e chancelado pelo TSE.

Não vamos esquecer que o TSE tem como presidente o antigo advogado do PT, Dias Toffolli, que jamais poderia ser ministro de uma Corte.

Foi o mesmo Dias Toffolli que criou a apuração secreta de eleição ano passado.

Depois tem as pedaladas fiscais que são ilegais e podem ser denunciadas sendo crime.
As pedaladas em si não são denunciáveis em crime mas a origem do dinheiro de banco estatal sim.

Por muito menos Nixon renunciou nos EUA.

Por muito menos Antônio Carlos Magalhães renunciou no Senado.

Outra coisa é Vossa Senhoria dizer que já houve mais desemprego no Brasil.

Eu lhe provo que não houve.

No passado o desemprego era mostrado de forma real e não fantasiosa.

Hoje quem recebe Bolsa Família não é considerado desempregado.

E só aí tem 35 milhões de pessoas que a própria presidente diz.

Então, nobre jornalista, se Vossa Senhoria quer defender Dilma, tem todo direito.

Mas poderia defender dizendo que nem o Senado nem nenhum político em Brasília tem moral pra pedir impeachment de Dilma.

Por aí a gente pode concordar com Vossa Senhoria.

Aliás Vossa Senhoria não estaria dizendo bobagem se dissesse que o Congresso deveria ser fechado.

Mas aí Vossa Senhoria seria obrigado a aceitar um novo Regime Militar pra colocar ordem no Brasil.

   Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta