Boca usa caso de morte de Kevin Spada em recurso para não ser eliminado da Libertadores

 (Foto: AFP)
(Foto: AFP)

O Boca Juniors usou o caso da morte do boliviano Kevin Spada por torcedor do Corinthians em seu recurso no tribunal da Conmebol com o objetivo de anular a eliminação da Libertadores. A alegação dos advogados do Boca é de que o caso corintiano foi mais grave, e teve punição mais leve.

Na semana passada, jogadores do River Plate foram agredidos com de gás de pimenta na Bombonera, além de objetos arremessados ao campo. A decisão foi eliminar o Boca, e fechar portões no estádio por quatro jogos, e impedir seus torcedores de irem a partidas como visitantes por quatro partidas.

“O caso é mais grave do que o do Boca, com uma morte de um torcedor, e com uma sentença mais branda do que a nossa”, disse o advogado do time argentino. Apesar de o Corinthians não ser mandante, foi ressaltado que todos os clubes têm responsabilidade pelos seus torcedores, o que está no código da Conmebol.

A partida entre River Plate e Cruzeiro, pelas quartas-de-final, está marcada para quinta-feira. Com isso o Boca tem pressa para julgar o recurso.

Deixe uma resposta