Beyoncé ganha processo que acusava plágio em “LEMONADE”

b

O cinegrafista independente Matthew Fulks teve o seu processo contra Beyoncé recusado na quarta-feira (31/08), pelo juiz Jed Rakoff, de Nova York, Estados Unidos.  Fulks afirmou que “LEMONADE” e seu trailer copiavam nove elementos do seu curta, “Palinoia”. 

A acusação foi contestada pelos advogados da cantora, em julho, alegando que os elementos que foram acusados de cópia (grafite e pessoas com a cabeça abaixada”, “estacionamento” e “figuras iluminadas lateralmente”) são exemplos de situações em que o plágio não pode ser configurado. 

“Após considerar os argumentos de ambas as partes, a corte está de acordo com a defesa. Um memorando para explicar as razões para essa ação está sendo redigido”, detalhou o magistrado.

Deixe uma resposta