“Bem Estar” não era para ter sido um programa

CONTROLE3

Desde a estreia de “Bem Estar”, em 2011, tenho uma opinião que prevalece até hoje. O formato do programa é totalmente para um quadro de alguma revista eletrônica como “Fantástico” ou até mesmo o “Mais Você”. A temática do programa não é nada sustentável para uma atração completa.  A Globo cometeu o mesmo erro que várias emissoras já cometeram, o de transformar um quadro em um programa. 

4d95f044b49d78187a6160920ee00d14
Apresentadora do programa das manhãs da Globo.

Quando um quadro é sucesso e ocupa grande parte de uma atração, é bem provável que se transforme em um programa, porém, para isso ocorrer, vários aspectos devem ser estudados, como o desgaste que o programa/ quadro pode trazer e, se ele tem conteúdo para se manter sozinho em uma grade de programação. No “Bem Estar”, assunto é o que não falta, mas,  por muitas vezes, não tem conteúdo. Lembremos que há uma diferença gigante entre conteúdo e assunto.

Participação de internautas, brincadeirinhas bobas e dicas às vezes interessantes se dividem durante os 40 minutos de programa. Mas a pergunta central é: Será que realmente essa lacuna da grade da TV Globo deveria ser preenchida com o nome “Bem Estar”? Resumindo, a atração merece ser um programa?

Como já disse, este tipo de conteúdo não é formato de programa. Do jeito que está, o formato parece mais aqueles programas independentes exibidos nas emissoras menores, entretanto, melhor produzido. O desgaste já é nítido na atração que é derrotada, por várias momentos, pelos desenhos do SBT e pela revista eletrônica da Record. Há uns comentários que o programa pode se transformar em um quadro do programa de Fátima Bernardes, o que eu acho uma boa ideia. 

sobe1

O jornalístico da Globo “Profissão Repórter” já está confirmado para o ano que vem. O programa comandado por Caco Barcellos teve um aumento de audiência, mesmo com grande queda da faixa noturna da emissora carioca.  

DESCE

De acordo com o clunista Ricardo Feltrin, 2016 será um ano que haverá vários cortes nas grandes emissoras brasileiras. Situação lamentável, já que os canais tiveram aumento em seus faturamentos. 

“Controle na Mão”, toda segunda-feira, às 20h, no BDI.

Mande seu e-mail para o colunista: charlesdouglas@bastidoresdainformacao.com.br

Veja mais publicações do Charles. Acesse o seu blog: www.dropsdocharles.com

Deixe uma resposta