Bahia e Real Brasília garantem acesso à elite do Brasileiro Feminino

Bahia e Real Brasília são os novos integrantes da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta sexta-feira (11), as duas equipes se classificaram às semifinais da Série A2 (segunda divisão) e, por consequência, conquistaram o acesso à elite da modalidade para 2021.

O primeiro a se garantir na A1 foi o Tricolor de Aço, que recebeu o Fortaleza na Arena Fonte Nova, em Salvador, e venceu por 1 a 0. O gol do acesso saiu aos 11 minutos do segundo tempo. A lateral Luana cobrou falta, a zagueira Aila aproveitou rebote da goleira e marcou de cabeça. Na partida de ida, na capital cearense, as equipes empataram por 0 a 0.

O Bahia retorna seis anos após a primeira (e única) participação na elite. Em 2014, o time ficou na 13ª posição entre 20 clubes, caindo ainda na primeira fase. Encerrado naquela mesma temporada, o projeto de futebol feminino foi reativado em 2018, em parceria com a Lusaca, equipe baiana com tradição na modalidade. Em 2019, o Tricolor assumiu de vez o projeto.

Na semifinal, o Bahia terá pela frente quem avançar entre Ceará e Botafogo, que ainda não iniciaram o confronto das quartas de final. O primeiro jogo será domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. A volta está marcada para o outro domingo (20), no mesmo horário, em estádio a ser definido, com mando do Vozão. O ganhador entre cearenses e cariocas também se garante na primeira divisão feminina em 2021.

No outro duelo desta sexta o Real Brasília visitou o Tiradentes-PI no Albertão, em Teresina, com a vantagem de ter vencido na capital federal por 2 a 0 no jogo anterior. As brasilienses voltaram a vencer, desta vez por 1 a 0. Aos cinco da etapa final, a meia Camila Pini bateu escanteio e a zagueira Isabela, de cabeça, decretou o acesso das Leoas do Planalto.

O Real iniciou o futebol feminino no ano passado, quando se sagrou campeão do Distrito Federal, superando o Minas Brasília (que disputa a Série A1) na decisão. Em 2020, estreou na Série A2 e deixou clubes como Atlético-MG e Vasco para trás na primeira fase. No ano que vem competirá entre as 16 maiores equipes da modalidade no país pela primeira vez.

As brasilienses aguardam quem avançar do confronto entre Napoli-SC e Juventus-SP. O primeiro jogo foi no último domingo (6), com vitória das catarinenses por 4 a 2 na Rua Javari, em São Paulo. A segunda partida ocorre neste domingo, às 15h, no estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador (SC). O time que se classificar também assegura um lugar na Série A1 do ano que vem.

Os quatro clubes que subirem da Série A2 substituirão os quatro rebaixados na Série A1 deste ano: Iranduba, Audax, Vitória e Ponte Preta.

Deixe uma resposta