Avaliação de funcionários com ferramenta 360ºC é novidade

 

Carlos Aldan fala mais sobre a chegada da ferramenta no Brasil
Carlos Aldan fala mais sobre a chegada da ferramenta no Brasil

A ferramenta LVS (Leadership Vital Signs) 360º irá mudar a forma de avaliar profissionais atualmente. O objetivo é enxergar de forma 360 graus as competências e falhas de funcionários e, a partir disto, melhorar a percepção, resultado e eficácia no trabalho por meio da utilização do método.

A ideia é fazer uma autoavalição, onde a própria pessoa avalia seus defeitos e qualidades; depois, são feitas avaliações de no mínimo três colegas que convivem com a pessoa, pontuando os mesmos requisitos e, por último, outros três líderes avaliam suas competências, analisando o que precisa ser trabalhado para melhorar as ações deste profissional. Desta forma, é possível saber onde está errando e acertando de forma geral, pois todos os resultados precisam coincidir.

Carlos Aldan, CEO do Grupo Kronberg, aponta que são separadas as avaliações (autoavaliação, colegas e líderes) e estabelecidas as partes coincidentes como pontos fortes e as não coincidentes, onde existem maior distância, como os focos que exigem direcionamentos específicos. “Assim, criamos um programa individual a partir dos resultados obtidos para fortalecer as áreas que necessitam de mais atenção”, alerta Aldan.

Um exemplo é quando o avaliado diz que falta trabalho em grupo e que isso implica em seu resultado, porém, se um número maior de pessoas pontuarem que este indivíduo não consegue se organizar, provavelmente o problema não é do trabalho em grupo e sim da falta de organização dele. Neste caso, a ação é voltada para que o subordinado trabalhe este componente e, assim, melhore o desempenho no trabalho.

O CEO do Grupo Kronberg acredita na importância do líder utilizar a ferramenta. “Quando é necessário gerar resultados a partir de outras pessoas é essencial que o líder saiba se relacionar bem e cultive o hábito de motivar outros funcionários, para um ambiente de confiança na organização. A utilização da ferramenta e da alfabetização emocional ajuda este líder a ponderar e controlar estes componentes para saber agir com exatidão em momentos necessários, sem gerar discussões ou problemas desnecessários”

Nos Estados Unidos a LVS 360º existe há quase cinco anos e a avaliação está presente também na Europa e Ásia.

Deixe uma resposta