Até na Copinha

Foto: diariodegoias.com.br
Foto: diariodegoias.com.br

A Abertura da Copa São Paulo de Futebol Júnior em Guarulhos foi neste domingo. Estádio cheio, boa temperatura para atletas e torcedores, clima extremamente favorável ao futebol em todos os sentidos.

Mas, ninguém imaginava o que estava por acontecer do lado de fora do estádio Antônio Soares de Oliveira. Uma parte da torcida organizada do Flamengo de Guarulhos esperava a organizada do Santo André, as duas equipes estreavam na competição no momento do confronto. Com pedaços de madeira, rojões e bombas, as duas torcidas iniciaram uma batalha em uma das ruas que dá acesso ao estádio, algo que aparentava já estar planejado, e a polícia teve que intervir.

Estamos mais “acostumados” a ver este tipo de vandalismo em jogos grandes e profissionais. Mas agora, em jogo de Copa São Paulo, torneio que nem é profissional, é o cúmulo! É mais do que o fim da picada! Não tenho mais palavras para rebaixar o máximo possível este tipo de ato! O jogo, em certo momento, ficou em segundo plano para torcedores e jornalistas. O clima ficou tenso também dentro do estádio. Ali havia famílias, que com medo, buscavam um local seguro embaixo das arquibancadas.

Bom, eu gostaria de estar escrevendo algo sobre futebol, o campo, a tática, a qualidade técnica, a vibração da torcida, a alegria das famílias numa tarde de domingo com futebol, os gols, mas não posso deixar de ressaltar minha indignação e repúdio diante destes “terroristas!”. Todos devem sim saber o que aconteceu em Guarulhos neste domingo! Pois é isto que afasta o verdadeiro torcedor do estádio, e é do lado dele que estou!

Envie seu e-mail para o colunista: deyvidxavier@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta