As incríveis coincidências da corrupção

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma mesma empresa que em 2005 foi citada por Marcos Valério sendo recebedora de dinheiro do mensalão agora é citada por receber 24 milhões da campanha de Dilma e ter um motorista sendo sócio.

O motorista foi abordado pela Folha e disse que não sabia de nada e que a Folha deveria ir falar com os donos de verdade da empresa.

Um senhor que é pai de uma senhora que assina a empresa disse que o motorista tinha todo direito de subir na escala social, pensamento aliás contrário aos comunistas.

A coincidência de ser a mesma empresa que recebeu dinheiro de Marcos Valério e agora receber 24 milhões da campanha de Dilma é algo notável.

Ninguém mais tem pudor em fazer nada.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta