As ameaças da família Odebrecht

Odebrecht

No dia da sua prisão, Marcelo Odebrecht, filho de Emílio Odebrecht, fez um telefonema a alguém ligado a Lula e Dilma.
No telefonema, que está mostrado na revista Epoca, Marcelo disse textualmente que era bom as pessoas acabarem com aquela lambança ou na segunda-feira não haveria república.
Dias antes, Emílio Odebrecht dizia a amigos que se tocassem no Marcelinho era bom arrumarem mais três celas, uma pra ele, outra pra Lula e outra pra Dilma.
Este fato deveria ser comunicado ao General Eduardo Villasbôas, Comandante do Exército e ao General Sérgio Etchegoyen, General Chefe do Estado Maior das Forças Armadas.
Afinal alguém tem que fazer alguma coisa.
E não vai ser nenhum Eduardo Cunha ou Renan Calheiros que fariam o que deve ser.

Mande seu e-mail para James Akel : jamesakel@bastidoresdainformacao.com.br

Deixe uma resposta