Após vitória diante do Botafogo-SP, Dorival defende Leandro Donizete

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Apesar da vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, neste sábado, na Vila Belmiro, o Santos não convenceu os mais de 5 mil torcedores presentes no estádio. Depois de vaias durante todo o duelo, a torcida esperou o apito final para cobrar “mais raça” e afirmar que “Libertadores é obrigação”.

O volante Leandro Donizete foi um dos principais alvos dos santistas. Para o técnico Dorival Júnior, as críticas para o camisa 30 são injustas.

“O Leandro está no mesmo nível dos outros jogadores. Ele iniciou a pré-temporada e em seguida ficou alguns dias afastado. Teve que jogar de repente e topou. Assumiu bem a função do Renato. Ele não tem que provar nada para ninguém. Daqui a pouco eles (torcedores) vão ver o quanto esse rapaz pode ajudar. Sei que ele vai provar isso em campo. Eu não preciso ficar aqui falando aqui. Um cara não fica cindo anos e ganha tudo no Atlético-MG por acaso. Em campo ele vai responder essa desconfiança generalizada. Esse é um problema do Brasil. Nós avaliamos muito rapidamente sem conhecer o profissional. Isso acontece em qualquer área de atuação, não só no futebol”, explicou o comandante.

Com o triunfo sobre o Botafogo-SP, o Santos chega aos 10 pontos e ainda continuam fora do G-2 no grupo D do Paulistão. Na sétima rodada, o Peixe pega o Corinthians, no próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), na Arena Corinthians.

Deixe uma resposta