Após vacinação, mortes de idosos entre 85 e 89 anos por Covid-19 caem 51% na capital paulista

Vacinação na UBS de Perus, na Zona Norte de SP, na segunda-feira (15) — Foto: Reprodução/TV Globo

O número de mortes por Covid-19 entre idosos de 85 a 89 anos na cidade de São Paulo caiu 51,3% em fevereiro de 2021, se comparado a janeiro do mesmo ano, segundo dados preliminares da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Os dados, que contemplam casos em todos os equipamentos, sejam eles municipais, estaduais, privados ou filantrópicos da capital paulista, mostram que as mortes dos idosos desta faixa etária recuaram de 146, em janeiro, para 71, no mês passado.

Para especialistas, a redução já pode já estar refletindo os efeitos da aplicação das vacinas, que começam a fazer efeito até 15 dias depois da aplicação.

A quantidade de vítimas fatais da Covid-19 em fevereiro não foi a menor registrada em toda a pandemia – em setembro e em outubro de 2020 foram registradas 70 e 57 mortes, respectivamente, mas, desta vez, o registro acontece em um contexto de recordes de casos e óbitos no município, e não em um momento de arrefecimento da pandemia. Nesta terça-feira (16), São Paulo registrou 679 novas mortes por Covid-19, o maior número desde o início da pandemia.

Os números de internações e casos em idosos entre 85 e 89 anos também tiveram uma queda acentuada.

Deixe uma resposta